logo_email.png
  • Gustavo Aragão

ENCONTRO COM O ESCRITOR MANOEL CERQUEIRA

EM ALUSÃO AO DIA NACIONAL DO LIVRO



VOCÊ SABIA?!

No dia 18 de abril, comemourou-se o Dia Nacional do Livro. Essa data foi escolhida para marcar esse dia especial por ser o dia em que o "pai da Literatura infantil brasileira", o Monteiro Lobato, nasceu.

José Renato Monteiro Lobato, filho de José Bento Marcondes Lobato e Olímpia Monteiro Lobato, nasceu no dia 18 de abril de 1882. Foi lfabetizado por sua mãe e logo despertou o gosto pela leitura, lendo todos os livros infantis da biblioteca de seu avô, o famoso Visconde de Tremembé. Renato sempre foi um menino muito inteligente e irriquieto. Em dado momento de sua vida, resolveu mudar de nome, pois queria usar uma bengala, que tinha sido de seu pai, que falecera no dia 13 de junho de 1898, quando ele tinha 16 anos. A bengala tinha as iniciais J.B.M.L., gravadas no topo do castão, então, mudou de nome e passou a se chamar José Bento, assim as suas iniciais ficavam iguais as de seu querido pai. Formou-se em Direito na Faculdade do Largo de São Francisco em São Paulo, no ano de 1904. Casou-se com Maria Pureza da Natividade, em 28 de março de 1908. Com ela, teve quatro filhos, Marta (1909), Edgar (1910), Guilherme (1912) e Rute (1916). Paralelamente ao cargo de Promotor Público, escrevia para vários jornais e revistas, fazia desenhos e caricaturas. Ficou no município de Areias até 1911, quando mudou-se para Taubaté, para a fazenda Buquira, que recebera como herança deixada por seu avô. Publicou Urupês (1918), Narizinho Arrebitado (1921), esta obra fez tanto sucesso que escreveu outras histórias em torno da atmosfera maravilhosa do "Sítio do Picapau amarelo". É de autoria de Lobato também: Ideias de Jeca Tatu - contos (1918), Emília no País da Gramática, literatura infantil (1934), Histórias de Tia Nastácia, literatura infantil (1937), dentre tantos outros que povoam o imaginário de inúmeras gerações de brasileiros. A data de nascimento desse gênio da literatura nacional foi escolhida para marcar o Dia Nacional do Livro Infantil, que foi oficializado com a Lei n.10.402, de 8 de janeiro 2002.

LITERATURA INFANTIL EM SERGIPE

Assim como em vários estados brasileiros, Sergipe é uma fonte inesgotável de inúmeros talentos, que fazem da Literatura Infantil uma forma de expressão da mais genuína arte, dedicada às crianças, que estimula o imaginário e os sonhos de milhares de sergipaninhos e de inúmeras crianças no Brasil inteiro. São alguns dos escritores da Literatura Infantil e infantojuvenil de maior destaque em solo sergipano: Alina Paim, Ailezz, Jeane Caldas Hora (G. Aguiar), Thelma Costa, Acrísio Torres de Araújo, Lilian Rocha, Gustavo Aragão Cardoso, André Comanche, Almeida Junior, Manoel Cerqueira, dentre tantos outros.



CONVITE ESPECIAL - ALUNOS DOS 6 ANOS, DO ENSINO FUNDAMENTAL II

Em alusão ao Dia Nacional do Livro Infantil, a Coordenações Pedagógica dos 6 Anos em ação conjunta com a Coordenação de Linguagens, o Clube do Livro e a Biblioteca Marcos Pinheiro Monteiro convidam os alunos dos 6 Anos para o Encontro com o Escritor Manoel Cerqueira, que falará sobre sua mais nova obra LAMINHA, O CARANGUEJO ESPERTO, a ser realizado, através do link do Meet da Sala Google da Coordenação do 6 Ano, no dia 22 de abril de 2021 (quinta-feira), às 16h.

A obra conta com ilustrações do artista visual Fábio Sampaio. É indicada para leitores independentemente da idade e sua publicação ocorre através do apoio da Lei Aldir Blanc/ FUNCAJU/Prefeitura Municipal de Aracaju/Ministério do Turismo/Secretária Especial da Cultura/ Governo Federal.


Você que é aluno dos 6 Anos não pode perder esse encontro pra lá de especial!


Haverá: bate-papo com o escritor, que apresentará sua nova obra; sorteio de livros e muito mais!


Esperamos você! Participe!

Referências:

Textos

https://recreio.uol.com.br/escola/monteiro-lobato-o-dono-do-sitio-do-picapau-amarelo.phtml

https://www.calendarr.com/brasil/dia-nacional-do-livro-infantil/

Imagens

Fotos de Lobato e obras dele: Wikimedia Commons

Foto de obras de autores sergipanos: Instituto MArcelo Déda / Folha Laranjeirense

Fotos do autor Manoel Cerqueira e da Capa do livro: Acervo Pessoal do autor.





89 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo